Cemitério Maldito (Pet Semetery) - Pllano Geral

ESSE ARTIGO NÃO CONTÉM SPOILERS! 

Nas décadas de 80 e 90 os filmes de terror passaram por seu auge, era uma obra atrás da outra, com as mais diversas histórias. O boom foi tão grande, que foi capaz de criar uma lista de clichês (que você pode ver alguns aqui), e alguns tipos de abordagens como fantasmas, zumbis, assassinos e muito mais. Hoje, depois de tantos e tantos filmes do gênero, chegamos a um ponto muito crítico, a maioria dessas obras não passam do básico, histórias em sua maioria fracas, roteiros rasos, atores e atrizes bem mais ou menos e etc.

Toda essa pequena introdução serve para explicar que ao menos nesse ponto, o novíssimo Cemitério Maldito (Pet Semetery) – remake de uma obra de mesmo nome do ano de 1989 – traz uma premissa bastante diferenciada, se você não assistiu o longa antigo, é muito provável que fique vidrado, já que praticamente tudo aqui é novidade em comparação a outros filmes de terror. Não posso esquecer de citar que o filme é baseado no livro homônimo de Stephen King.

Continua após o anúncio

Fiquei um bom tempo pensando no que escrever nesse parágrafo, queria poder espanar mais sobre os pontos positivos, mas infelizmente ficou bem difícil. Os diretores Kevin Kolsh e Dennis Widmyer tentaram reimaginar algumas cenas para não ficarem tão datadas – como o ataque do bichano – mas a abordagem escolhida não se permitiu que fugisse tanto. Eles infelizmente apenas replicaram, fazendo dessa obra praticamente desnecessária.

A dica que fica é, não refaça um filme se você vai fazer praticamente igual ao antigo, pois fica bastante sem sentido além claro de ganhar uns dinheiros. Tudo bem, nem tudo está igual, podemos dizer que esse novo filme trata a situação de uma forma bem mais séria o que deixa a atmosfera mais crível, e as atuações estão muito bem executadas.

Uma coisa que me incomodou muito foi a obra ser bastante confusa sobre o seu universo, como ter vários tipos de criaturas sobrenaturais, o que pode causar estranheza.

Os atores e atrizes até que estão bem, em especial uma das crianças, Elie (interpretada por Jeté Laurence), a menina mostra talento mesmo com sua pouca idade, felizmente ela só não consegue tirar o estrelismo do bichano (Church), o gato The Monio. Algumas cenas são tão boas, que se você tiver um felino, vai ficar de orelha em pé pensando nos comportamentos do animal.

Cemitério Maldito não é ruim, tem boas atuações, tem uma história única, e conta com uma mixagem de som que deixa tudo mais realista, porém, o filme é previsível, não impressiona, e te deixa com um ar de – será que valeu a pena? Bem, me responde você!

NOTA DO FILME: 6,0

Um abraço pessoal!

0 Comentários